Conecte-se conosco

EreNews

Anvisa suspende marcas de lenços umedecidos após contaminação por bactéria

Saúde

Anvisa suspende marcas de lenços umedecidos após contaminação por bactéria

A Anvisa informa sobre o recolhimento voluntário e determina a suspensão da comercialização, da distribuição e do uso de lenços umedecidos da marca Huggies Max Clean e Baby Wipes. A determinação se refere a um lote de cada produto: o lote 219/2019 da marca Huggies Max Clean e o lote 024/2019 da marca Baby Wipes. A ação foi motivada por contaminação dos lotes referidos pela bactéria Enterobacter gergoviae. A Resolução 481/99 da Anvisa estabelece parâmetros de controle microbiológico para produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes. Conforme os limites estabelecidos por essa norma, produtos para uso infantil devem ter ausência de coliformes totais ou fecais. A empresa Kimberly Clark Brasil Indústria e Comércio de Produtos de Higiene Ltda. é a fabricante dos produtos. O problema foi identificado pelo controle de qualidade da própria empresa, que o comunicou à Anvisa.Segundo a empresa, a bactéria identificada – Enterobacter gergoviae – não oferece riscos para pessoas saudáveis, mas pode causar infecções mais graves em pessoas que estejam com o sistema imunológico debilitado. “A Kimberly-Clark afirma que este chamamento não representa qualquer custo ao consumidor e reforça seu comprometimento com a qualidade de seus produtos e responsabilidade com a satisfação de seus consumidores”. A empresa ofereceu o telefone 0800 709 5599 para informações aos consumidores e o site kimberly-clark.com.br/contato.

FONTE: Notícias Chapecó.Org

Clique para comentar

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais de Saúde

Topo